Leia Samir Ferreira

Em Recife, "machine pump" virou "maxambomba"

Até a década de 1860, as canoas eram o principal meio de transporte dos mais de 75 mil habitantes de Recife, cidade cortada pelos rios Capibaribe e Beberibe. Cavalos e carruagens, só para os abastados. A população exigia meio de transportes mais econômicos: a produção de açucar e algodão precisava escoar com agilidade. A solução encontrada: uma ferrovia.

Primeiro sistema de transporte urbano sobre trilhos do Brasil, os trens de Recife foram inaugurados em 5 de janeiro de 1867, em concessão do governo à Brazilian Street Railway, sediada em Londres.

O trem movido por "machine pump" (bomba mecânica) ficou conhecido por aqui como maxambomba. As viagens de trem custavam menos da metade das de carruagem. As lojas, que fechavam às 18 horas, passaram a fechar às 21 horas, horário final dos trens.

A ferrovia chegou a ter 22km e 20 estações. Em 1919, foi substituída pelos modernos bondes elétricos.

Por Rafael Capanema